XII Encontro Nacional de Economia da Saúde - Salvador (2016)

Uma proposta teórica e metodológica para o aprimoramento dos mecanismos de coordenação federativa na promoção de boas práticas e inovações em políticas públicas de saúde

Resumo: 

Diante das demandas de atendimento e desafios de gestão existentes no SUS, o presente trabalho teve como objetivo apresentar uma proposta teórica e metodológica para o aprimoramento dos mecanismos de coordenação federativa na promoção de boas práticas e inovações em políticas públicas de saúde. Para isso, utilizou-se como método pesquisa bibliográfica de autores do federalismo e descentralização de políticas públicas e de autores que se inspiram nas teorias de difusão para explicar a adoção de políticas.

Relação público-privado na saúde: o pagamento de serviços de diagnóstico por imagem em rede própria e no setor privado complementar ao SUS em Salvador/BA

Resumo: 

A Constituição Federal e a Lei Orgânica da Saúde no Brasil permitiram a participação complementar da iniciativa privada no SUS, mediante contrato ou convênio, quando a rede própria de serviços do SUS for insuficiente para garantir a cobertura assistencial à população de uma determinada área. Entretanto, em algumas áreas da prestação de serviços públicos de saúde, o setor privado complementar mostra-se predominante, especialmente nos serviços de média e alta complexidade e na produção de serviços de apoio à diagnose e terapia.

Os Gastos Públicos e Privados com Saúde de 2000 a 201

Resumo: 

Na busca por acesso integral de assistência à saúde, muitas famílias recorrem aos planos de saúde privados. Daí decorre a duplicação de assistência à saúde, pois o indivíduo pode utilizar os serviços de assistência à saúde tanto pela via pública quanto pela via privada. O Estado, a despeito do SUS e o seu caráter de política de saúde pública e universal, propicia a expansão dos planos e seguros privados para desonerar as contas públicas. Nessa direção o objetivo deste trabalho é analisar a evolução dos gastos das famílias destinados à saúde suplementar entre 2000 e 2015.

O mercado de trabalho de enfermeiros: debate sobre a existência de um prêmio salarial em postos de trabalho em hospitais

Resumo: 

A literatura internacional aponta que os hospitais têm um papel importante no mercado de trabalho de enfermeiros e que haveria significativos diferenciais salariais entre enfermeiros que trabalham em hospitais e aqueles que trabalham em outros serviços de saúde. Esse diferencial seria importante para entender o mercado de trabalho para esses profissionais considerando que, ao longo do tempo, em vários países, houve mudanças na organização do atendimento com redução das internações e ampliação do atendimento ambulatorial.

O Financiamento Federal em Saúde Mental no Brasil após aprovação da Lei de saúde mental

Resumo: 

A institucionalização dos direitos das pessoas que sofrem de transtornos mentais no Brasil ocorre com a aprovação da Lei 10. 216/2001, conhecida como a Lei de Saúde Mental, quais sejam, a reversão do modelo hospitalar e a consolidação de um modelo de atenção em saúde mental aberto e de base comunitária, que garanta o processo de reinserção social da pessoa com sofrimento psíquico.

O Financiamento do SUS e o Imposto sobre as transações financeiras: O debate europeu como uma contribuição

Resumo: 

Desde sua criação pela Constituição de 1988, ate o ano de 2016, o Sistema Único de Saúde (SUS) vem sofrendo por um crônico processo de subfinanciamento. E é esta inquietação, quanto ao motivo pelo qual o SUS tem passado por um crônico processo de impasses no financiamento que este trabalho se originou. Destarte, para entender-se a problemática do financiamento da saúde pública brasileira desde a sua origem é necessário entender a correlação de forças que engendra o sistema capitalista.

O desafio do cofinanciamento estadual para APS

Resumo: 

A revisão pretendida, que aborda o cofinanciamento estadual na APS, está sendo fomentada pela disposição da Secretaria de Estado da Saúde do Rio Grande do Sul – SES/RS – de rever todo o seu cofinanciamento existente, alinhando-o à nova realidade financeira do governo. A análise aqui apresentada acompanha a elaboração do Plano                     Estadual de Saúde, o qual contém as grandes definições e estratégias de ações a serem implementadas no Rio Grande do Sul para os próximos quatro anos.

Joinville e suas microrregiões de saúde na atenção básica

Resumo: 

O presente trabalho procura
demonstrar o cenário vigente da atenção básica do município e Joinville,
apresentando seus distritos de saúde e suas microrregiões de atuação com base
nos territórios de atuação. Todo o contexto territorial abarca os processos de
trabalho, de forma a adaptá-los, proporcionando mais e melhores condições de
acesso a população, além de um maior controle do ambiente e ambiência refletido
na distribuição de funções que geraram monitoramento dos processos de trabalho

Páginas

Subscrever XII Encontro Nacional de Economia da Saúde - Salvador (2016)

Contato

Pagamento de Anuidade

Clicando nos botões abaixo, você será redirecionado para o site pagseguro.uol.com.br, onde deverá preencher os campos solicitados e ao final selecionar a forma de pagamento "BOLETO BANCÁRIO". Imprima e pague o boleto bancário.

A confirmação do pagamento e da inscrição será feito por e-mail, em até 03 dias úteis.

1. ANUIDADE ABrES 2015: R$ 250,00

2. ANUIDADE ABrES 2016: R$ 230,00